— Tolisses

Coisas do Ulisses Mattos

Mais verdade para quem precisa

Saiu o segundo episódio do meu “Verdade Para Quem Precisa”, que faço pela Alta Cúpula, com edição e direção do Erik Gustavo, que também faz a voz do fantoche costurado por Nigel Goodman.

O primeiro vídeo foi bombardeado por uma considerável parcela dos assinantes do canal. A grande maioria gostou, mas é impossível deixar de reparar nos dislikes que o vídeo teve no YouTube (19% de reprovações). Muitos acham que  é porque cerca de 90% dos assinantes lá são fãs ardorosos da série “Marcelinho Lendo Contos Eróticos” e não quer saber de nada diferente disso. Pode ser. Mas as reações  também se devem ao fato de o humor da minha série não ser muito popular. Nem digo que é só para espectadores com mais cultura ou referências. É apenas um tipo de humor diferente, mais sutil, baseado um pouco no absurdo e com um pouco de crítica de costumes.

Curiosamente, este segundo episódio teve uma rejeição menor e defesas mais apaixonadas. Talvez tenha sido pelo número maior de piadas sem críticas embutidas. A gracinha que fiz relacionando raio X e cromossomos parece ter agradado muito. E teve até gente dizendo que não gostou do primeiro, mas que havia curtido este novo.

De qualquer forma, realmente não me abalo quando algumas pessoas dizem que não gostaram ou mesmo odiaram. Isso é muito comum no meu trabalho humorístico. No Cocadaboa.com e nos meus shows de stand-up, sempre houve parcelas significativas fazendo questão de me mostrar seu desprezo pelo que faço. Entre nesse “mercado” ciente de que nunca serei uma unanimidade. Tudo bem. O tipo de humoristas e comediantes que curto também estão longe de serem unânimes. Só realmente não entendo quando um imbecil (desculpem-me por não esconder como classifico esse tipo de indivíduo) se manifesta pedindo para a Alta Cúpula deixar de fazer a série. Cheguei a responder um assinante lá assim:

“Lamento, cara. Não vamos ficar só com Marcelinho. Enquanto tiver uma pessoa querendo assistir a algo que curto fazer, vou continuar produzindo. Meio egocêntrico vc querer que a gente pare de fazer só porque vc não gostou, concorda? Tô de boa com as pessoas que não gostam, mas não entendo pedir pra parar. Não curte, então não veja. Que saco.”

Só esse tipo de pensamento é que me tira do sério. Quem vai lá e diz que o vídeo é um lixo, para mim só está expressando sua opinião, com todo o direito do mundo. É mais do que justo.

Vamos ver a reação ao terceiro vídeo da série, que já está gravado e sendo editado. Fico um pouco apreensivo sobre uma piadinha que faço sobre pedofilia, um tema que sempre será tabu. Aguardemos.

0 comments
Enviar comentário